Porto

Estou muito empolgada de falar sobre o Porto (também conhecido como Oporto)! Eu me apaixonei pela cidade assim que chegamos e gostei mais ainda a cada pedacinho que conhecemos. O Porto a segunda maior cidade de Portugal, e há muito mais por lá do que o vinho forte que leva o mesmo nome.

Deixe-me compartilhar um pouquinho sobre o nosso tempo lá. Chegamos no fim da tarde e, após o check-in, seguimos a recomendação do proprietário da pousada encantadora em que ficamos e caminhamos até o Mercado Bom Sucesso em busca do jantar.

Eu estava esperando algumas opções típicas de fast-food em um mercado ao ar livre, mas o que encontramos foi um edifício grande, ensolarado e moderno, movimentado com muitos locais e visitantes mais bem informados. O mercado original do Bom Sucesso foi construído em 1951, mas foi completamente reformado/revitalizado e re-abriu em 2013. O layout atual inclui mais de 40 quiosques no átrio central (servindo uma variedade de opções de comida e bebida), várias lojinhas, uma área com escritórios, algumas bancas de produtos frescos e até mesmo um hotel completo. Para comer por lá, escolha uma (ou mais) das opções disponíveis – desde pratos típicos portugueses tradicionais, tapas, sushi, hamburgueres e outros sanduiches, frutos do mar, doces e café, e muito mais – e sente-se em uma das mesas para aproveitar sua refeição e assistir o movimento! Na minha opinião, comer no mercado oferece um bom preço por uma comida deliciosa, e uma alternativa muito legal comparando com um restaurante tradicional.

Mais tarde, no caminho de volta à pousada, paramos na Casa da Música (uma bela sala de concertos com um calendário repleto de shows e eventos), onde uma big band fazia um show de jazz gratuito ao ar livre. Muitas pessoas estavam assistindo de pé ou sentadas no chão, ou dançando “sob a luz das estrelas”. Uma ótima maneira de terminar a noite!

O dia seguinte foi dedicado a conhecer mais do Porto. Começamos na estação do metrô da Casa da Música, de onde fomos para a estação de São Bento. Compramos um cartão Andante (1 cartão por pessoa) por 24h, o que nos deu acesso ilimitado ao sistema de metrô, ônibus e bondes da cidade por esse período de tempo. O passe é válido para viajar dentro da zona onde o bilhete foi validado pela primeira vez e pelas zonas adjacentes a ela. A maioria das atrações do Porto estão localizadas dentro da zona C1, e se o seu alojamento estiver na mesma zona (como a nossa estava) ou em uma zona adjacente, o passe de custo mais baixo (Z2) será suficiente (clique aqui para o site do metrô). Como referência, o aeroporto está em uma zona diferente (N10, não adjacente a C1), e o Cais de Gaia também está em uma zona diferente (S8, mas adjacente a C1). Dependendo da duração da sua estadia, onde fica o seu alojamento e as atrações que deseja visitar, talvez precise de um passe diferente que inclua outras zonas ou pode ser melhor pagar os bilhetes individuais conforme necessário.

Aqui estão alguns dos lugares que visitamos e recomendamos. Vou tentar listá-los na ordem que seguimos, como referência. Como nosso tempo era curto, nós basicamente passamos pela frente dos lugares e tiramos fotos, e entramos apenas nas atrações que eram mais interessantes para nós.

  • Estação de São Bento
  • Igreja de Santo Ildefonso
  • Rua Santa Catarina
  • Café Majestic
  • Capela das almas
  • Câmara Municipal do Porto (Prefeitura do Porto)
  • Fonte dos Leões
  • Igrejas Carmo & Carmelitas
  • Igreja e Torre dos Clérigos
  • Praça da Liberdade / Avenida dos Aliados
  • Igreja de Santo Antônio dos Congregados
  • Catedral do Porto (Sé do Porto)
  • Museu de Arte Sacra
  • Igreja de São Lourenço
  • Palácio das Artes
  • Palácio da Bolsa
  • Igreja Monumento de São Francisco
  • Cais da Ribeira
  • Ponte Dom Luiz I
  • Ribeira de Gaia
  • Teleférico de Gaia

Nós amamos o Cais da Ribeira (espaço às margens do rio) – tão cheio de vida e atividades – música ao vivo, muitos bares e restaurantes, lojas, e muita gente passeando e admirando a paisagem. Depois de passar algum tempo lá, atravessamos a ponte Dom Luiz I para o lado de Gaia (Vila Nova de Gaia) e continuamos o passeio com uma vista deslumbrante do Porto na margem oposta. A área em torno do Cais de Gaia tem muitas adegas / vinícolas de vinho do porto e uma grande variedade de bares, restaurantes, lojas e cafés. Escolha um local perto do rio e aproveite! Há muitos lugares para se sentar, descansar, tomar uma bebida, fazer um lanche ou uma refeição completa, e saborear o ambiente animado. Não perca a oportunidade de fazer um passeio no Teleférico de Gaia para uma vista privilegiada!

O Porto é bonito, animado, majestoso e encantador – tudo ao mesmo tempo. Ele cativa o coração e delicia os sentidos. Ele irradia um “joie de vivre” que é difícil de encontrar na maioria dos destinos. O Porto é um lugar especial e sabe disso! 🙂

Deixe uma resposta