Pão Rústico Sem Sova (fermentação lenta)

Last updated on 25-Maio-2020

Eu cresci no Brasil tendo muitas padarias por perto e comprando pãezinhos, pães ou baguetes recém-assados (não vou nem mencionar os doces!) regularmente. Além de pequenas padarias de bairro e padarias grandes mais “gourmet”, existem padarias em supermercados e até em alguns postos de gasolina! Muitas pessoas compram pão fresco duas vezes por dia, de manhã para o café da manhã e à tarde para um lanche ou uma refeição fácil à noite.

Desde que vim morar no Canadá, sinto muito falta dessa cultura de pão. Não que não existam boas padarias em Toronto, na verdade, temos algumas incríveis, mas não é a mesma coisa. As pessoas aqui não tem o hábito de ir às padarias em certas horas do dia porque sabem que tem fornada de pão saindo, indo embora com o pão tão quente que mal conseguem segurar os cantos do saco de papel. E pra muita gente, a comodidade do pão fatiado de supermercado ganha praticamente o tempo todo.

Dutch Oven Bread | Pão na Panela de Ferro

Meu relacionamento com pães está mais próximo do que vi e vivenciei na Europa. Países como Portugal e Itália, que influenciaram muito a alimentação e a cultura do Brasil, e a França, com seu tratamento quase reverente do pão, parecem muito mais “próximos” pra mim. Eu adoro o cheiro de pão assando e muitas vezes bate vontade de comer um pão artesanal e crocante, que eu possa fatiar e simplesmente saborear com manteiga, usar para acompanhar uma tábua de frios e queijos ou para fazer sanduíches.

Eu tenho algumas receitas de pão caseiro que vieram da minha mãe, mas eles são geralmente doces e macios, tipo brioche, e não ajudam quando bate a vontade de pão tipo baguete. Mas quando eu comecei a ver várias receitas de Pão na Panela de Ferro na internet, vi as fotos dignas de invejinha, e li os comentarios de como era fácil e quão incrível o pão fica, eu tive que experimentar! Eu fiz o pão várias vezes, fiz modificações e uni elementos de receitas diferentes até chegar à minha versão abaixo, e posso dizer honestamente que este é o pão mais fácil e saboroso que já fiz!

Se não tiver uma panela de ferro, não desista: use uma panela de inox ou outro metal (sem partes de plástico ou madeira que possam ser danificadas no forno), uma forma de bolo Inglês ou redonda coberta com papel alumínio, ou um pirex/assadeira de 3-5L com tampa, ou frigideira de ferro batido, e fique de olho no tempo no forno pois pode assar mais rápido. O cheiro de pão assado pode ser o primeiro indicador de que está quase no ponto, e guie-se pelo toque para avaliar se a parte de fora do pão já está com a textura que prefere (mais tempo no forno = casca mais espessa e mais crocante).

Esse pão é perfeito para o café da manhã ou brunch de fim de semana, ou para complementar antipastos ou uma tábua de queijos e frios. As sementes fazem o pão ainda mais especial, e podem ser trocados por uma combinação diferente, dependendo da estação ou das preferências da família (por exemplo, acho que fazer esse pão adicionando passas e nozes seria maravilhoso!).

Pão Rústico Sem Sova (fermentação lenta)

Esse pão só precisa de farinha de trigo, fermento de pão granulado, sal e água, e é o pão mais fácil e saboroso que já fiz!
Tempo de Preparo5 mins
Tempo de Cozimento40 mins
Tempo de Fermentação e Descanso8 hrs 30 mins
Tempo Total9 hrs 15 mins
Tipo de Prato: Café da manhã, Lanche
Referência: Pães, Sem leite e derivados, Vegano
Porções: 8
Autor(a): Hellen

Ingredientes

  • 3 xíc. farinha de trigo + um pouco para esfarinhar
  • 1 colh. chá sal
  • 1 colh. chá fermento granulado de pão
  • 1 ½ xíc. água morna (43 a 46°C)
  • ¼ xíc. sementes de abóbora torradas (opcional)
  • ¼ xíc. sementes de girassol torradas (opcional)
  • 1 colh. sopa sementes de gergelim torradas (opcional)
  • 1 colh. sopa sementes de linhaça (opcional)

Modo de Fazer

  • Em uma tigela grande, misture a farinha, o sal e o fermento. Se for usar, pode adicionar as sementes nessa altura ou depois da fermentação.
  • Adicione em água morna e mexa até incorporar. A massa ficará bem grudenta.
  • Cubra a tigela com filme plástico e deixe fermentar (eu coloco dentro do microondas ou do forno desligado) por 8 a 18 horas, até que a massa cresça e fique plana por cima.
  • Depois da fermentação, solte e a massa dos lados da tigela (se adicionar as sementes nesse momento, polvilhe sobre a massa e misture um pouco para distribuir).
  • Esfarinhe generosamente uma folha de papel manteiga; transfira a massa para o papel enfarinhado, tentando fazer um formato mais ou menos redondo. Polvilhe com um pouco mais de farinha. Cubra com um pedaço de filme plástico e deixe descansar por 25 a 30 minutos.
  • Enquanto a massa descansa, coloque a panela de ferro tampada dentro do forno e pre-aqueça o forno até 230 ° C (450 ° F). Depois de chegar na temperatura, a panela deve continuar no forno (vazia) por pelo menos uns 10 minutos.
  • Remova cuidadosamente a panela quente do forno. Descubra a massa, pegue o papel manteiga pelos 4 cantos e transfira a massa para a panela, com papel por baixo. Tampe a panela e volte ao forno.
  • Asse o pão por 30-35 minutos (assar pelo tempo maior faz uma casquinha mais grossa e crocante), e se necessário, mais 10 a 15 minutos com a panela destampada, até que esteja assado e bem corado. Deixe esfriar um pouco antes de fatiar.

Vídeo

Observações

  • Use medidas padrão de xícaras (250 ml) e colheres para que a receita siga as proporções certas.
  • Se não tiver uma panela de ferro, não desista: use uma panela de inox ou outro metal (sem partes de plástico ou madeira), uma forma forma de bolo Inglês coberta com papel alumínio, ou um pirex/assadeira de 3-5L com tampa, ou frigideira de ferro batido, e fique de olho no tempo no forno pois pode assar mais rápido.
  • Para torrar as sementes, eu uso uma frigideira sem óleo em fogo médio, mexendo sempre, até começarem a dourar. Eu adiciono as sementes de abóbora primeiro até que elas comecem a "estalar", em seguida, adiciono as sementes de girassol mexendo até corarem um pouquinho, e por último adiciono as sementes de gergelim, pois elas torram rapidinho. As sementes de linhaça não precisam ser torradas.
  • As sementes podem ser substituídas por nozes picadas (nozes, avelãs, etc.) e / ou frutas secas (passas, damascos, tâmaras, etc.).
  • 1 xícara da farinha de trigo pode ser substituída por 1 xícara de farinha integral para um pão mais denso.
  • Eu usei panelas de 3,5 l e 5 l para assar o pão e ambas funcionaram. A massa tem mais espaço para crescer na panela maior.
  • Esse pão de fermentação lenta/natural tem um sabor mais pronunciado (conhecido como "sourdough"), que se torna mais forte quanto mais tempo a massa fica fermentando.
  • Depois de esfriar, o pão pode ser fatiado e mantido na geladeira em um recipiente fechado, ou congelado, e aquecido na torradeira para consumir. 
  • Esse pão não leva açúcar, e o fermento se "alimenta" dos carboidratos da própria farinha de trigo para crescer, tornando a massa mais saudável e mais fácil de digerir.

Talk to us! | Fale conosco!