Bacalhau à Brás | Bacalhau com ovos e batatas

Last updated on 17-Maio-2020

Amado em todo o país e além de suas fronteiras, este clássico português é muito popular em restaurantes e residências, tanto para portugueses quanto para estrangeiros. O nome “Brás” é supostamente o nome de seu criador, e diz-se que se originou no Bairro Alto, em Lisboa.

Bacalhau à Brás é uma mistura deliciosa de cebola refogada, bacalhau desfiado e batata frita, tudo unido com ovos, geralmente servido decorado com azeitonas pretas e salpicados com salsa fresca. É também um dos meus favoritos. Confesso que é difícil resistir quando o vejo no cardápio de um restaurante, mas tento resistir e pedir pratos diferentes, e descobri muitas outras opções deliciosas dessa maneira.

Por mais que eu goste deste prato como está abaixo, também acredito que podemos fazer outros ingredientes “à Brás”(basicamente qualquer carne desfiada e / ou vegetais diferentes) cozinhando da mesma maneira com as cebolas, ovos e batatas, para saborear uma criação única com o que temos em mãos ou preferimos. Eu também compartilhei uma versão vegetariana incrível (Alho-poró à Brás), que super vale a pena experimentar!

Como ex-colônia de Portugal, o Brasil manteve mais do que o idioma desses navegadores europeus. A influência na cultura e a culinária é muito significativa, e muitos pratos tradicionais portugueses já eram muito familiares enquanto eu morava no Brasil. Não me lembro da primeira vez que experimentei o Bacalhau à Brás, mas quando vi em restaurantes portugueses no Canadá e depois por todo o país quando começamos a visitar Portugal, eu reconheci essa delícia!

As visitas a Portugal (ou a um restaurante ou comemoração portuguesa) geralmente envolvem muita comida. A cozinha portuguesa é ao mesmo tempo familiar e variada, com algo para todos os gostos, bolsos e ocasiões.

Os ingredientes deste prato não são exóticos ou surpreendentes, mas essa combinação saborosa é muito mais do que a soma de suas partes. As batatas são extremamente comuns na cozinha portuguesa. Muitos pratos tradicionais incluem esse ingrediente na preparação, enquanto outros as servem como acompanhamento, junto com uma salada fresca ou outros vegetais. Não é incomum ver lugares que servem seus pratos acompanhados de arroz e batatas – uma sobrecarga tentadora de carboidratos!

O país tem o maior consumo per capita de peixes da Europa e está entre os quatro primeiros do mundo. Devido à sua posição privilegiada no Atlântico, à extensa costa e à indústria pesqueira bem desenvolvida, é conhecido pelos frutos do mar frescos e pelas inúmeras maneiras como preparam o bacalhau, o ingrediente português mais conhecido pelo mundo.

O bacalhau é encontrado principalmente seco e salgado. Os portugueses pescam e comercializam bacalhau desde o século XV, muito antes da invenção da refrigeração, e o sal tem sido usado para preservar o peixe desde então. O bacalhau seco precisa ficar de molho para remover o sal e reidratar antes de usá-lo.

Dizem que existem 365 pratos de bacalhau salgado, um para cada dia do ano, mas esse ingrediente é tão amplamente utilizado na culinária portuguesa que desconfio que existam ainda mais!

A cozinha portuguesa também possui influências mediterrâneas – demonstradas pelo amor ao azeite, pelo uso de verduras, legumes e ervas frescas, pães e outros ingredientes despretensiosos. Outras influências vêm das antigas colônias de Portugal em todo o mundo e dos primórdios do comércio de especiarias, que se manifestam principalmente na variedade de temperos usados em pratos doces e salgadas.

Mas, apesar do relacionamento próximo com o mar e seus sabores, os amantes de carne e vegetarianos também não ficarão desapontados com a comida. Portugal tem muitas opções tradicionais de receitas (ou possíveis substituições de ingredientes) para satisfazer todas as preferências alimentares e estilos de vida. É surpreendente que os portugueses tenham conseguido concentrar tanta variedade em um território relativamente pequeno, com cada região diferente do país oferecendo tradições distintas e combinações de ingredientes.

Já comi Bacalhau à Brás feito com batata palha, cubinhos de batata frita, e batata cozida em pedacinhos. São todos deliciosos, mas o crocante da batata palha é o meu favorito. Fique à vontade de usar as batatas com a textura que preferir.

Para a batata palha, eu gosto bastante dessas, mas qualquer uma (comprada pronta ou feita em casa) funciona.

Pronto para fazer esse clássico em casa e levar seu paladar em uma viagem a Portugal?

Bacalhau à Brás

Apreciado em todo o país e além de suas fronteiras, este clássico português é muito popular em restaurantes e residências, tanto para portugueses quanto para estrangeiros.
Tempo de Preparo30 mins
Tempo de Cozimento15 mins
Tempo de Molho6 hrs
Tempo Total6 hrs 45 mins
Tipo de Prato: Prato Principal
Culinária: Portuguesa
Referência: Bacalhau, Peixe, Sem glúten
Porções: 4
Autor(a): Hellen

Ingredientes

  • 400-500 g bacalhau salgado em lascas ou migas, demolhado, sem pele e espinhas
  • 3 colh. sopa azeite
  • 1 cebola grande, cortada em fatias finas
  • 1 folha louro
  • 3 dentes alho descascados e picadinhos
  • 1 pitada pimenta vermelha ou calabresa em flocos (opcional)
  • 6 ovos
  • ¼ xíc. leite
  • 300 g batata palha
  • sal e pimenta do reino a gosto
  • ¼ xíc. salsinha picada, para servir
  • azeitonas verdes ou pretas, para servir

Modo de Fazer

  • Coloque os pedaços de bacalhau (migas ou lascas) de molho em bastante água fria por 4-6 horas (ou durante a noite), trocando a água algumas vezes. Pedaços maiores de bacalhau deverão ficar de molho por mais tempo.
  • Ferva o bacalhau em uma panela com água por 10 a 15 minutos, escorra, deixe esfriar o suficiente para manusear e desfie em pedaços pequenos, retirando espinhas que ainda encontre. (Isso pode ser feito com antecedência e o bacalhau pode ser mantido na geladeira por alguns dias para ser usado neste prato ou em outra receita de sua escolha que use bacalhau em pedaços pequenos. Também pode triturar os pedaços cozidos no processador de alimentos para uma textura mais fina)
  • Aqueça o azeite em uma panela grande, adicione a cebola e cozinhe em fogo médio até ficar macia e translúcida. Adicione a folha de louro, o alho picado, flocos de pimenta (se for usar) e refogue por mais 1-2 minutos. Adicione o bacalhau desfiado e cozinhe por alguns minutos para misturar os sabores. Ajuste o sal (se necessário) e adicione pimenta do reino a gosto.
  • Enquanto isso, bata os ovos com o leite até ficar bem combinado, tempere com uma pitada de sal e pimenta, e reserve.
  • Adicione 1/3 da batata palha à panela e misture delicadamente para umedecer (se estiver usando cubos de batata, pule essa etapa).
  • Adicione os ovos à panela e deixe cozinhar lentamente até firmar, mexendo e misturando delicadamente ao bacalhau, mas sem deixar secar demais.
  • Quando os ovos estiverem um pouco cozidos mas ainda macios, desligue o fogo, junte a maior parte da batata palha restantes (ou todos os cubinhos de batata) e misture levemente. Essas batatas devem permanecer um pouco crocantes. Se estiver usando, reserve um pouquinho de batata para servir.
  • Retire a folha de louro. Sirva salpicado com um pouquinho de batata palha (se estiver usando), salsinha e um fiozinho de azeite. Decore com azeitonas.
    Acompanhamento recomendado: salada de alface, tomate, cenoura ralada, cebola, etc.

Vídeo

Observações

  • Já comi Bacalhau à Brás feito com batata palha, cubinhos de batata frita, e batata cozida em pedacinhos. São todos deliciosos, mas o crocante da batata palha é o meu favorito. Fique à vontade de usar as batatas com a textura que preferir.

Talk to us! | Fale conosco!