Aveiro

Aveiro é uma bela cidadezinha na costa oeste de Portugal, situada junto a uma laguna chamada Ria de Aveiro. Destaca-se de outras cidades do país por causa de seus canais e dos barcos coloridos (barcos moliceiros) que navegam por lá. Aveiro tem algumas características em comum com outras cidades da Europa (muitas vezes é chamada de “Veneza de Portugal”), mas tem uma arquitetura diversificada, uma história interessante e um cenário encantador que é todo seu.

Paramos lá no caminho de Coimbra para o Porto, mas para quem viajar sem carro, pode chegar a Aveiro pelo serviço regular de trem/comboio saindo do Porto, Coimbra, Lisboa e outras cidades (clique aqui para visitar o website dos Comboios de Portugal).

Aveiro recebe os visitantes com uma combinação colorida de arquitetura Art Noveau e outros edifícios ornamentados, e os canais que atravessam a cidade fornecem um ponto de vista privilegiado de onde desfrutar o visual, enquanto se aprende sobre a história e tradições a bordo de um dos barcos moliceiro. Os passeios de barco saem do Cais dos Moliceiros no Jardim do Rossio, perto da rotunda das pontes (rotatória central). Existem vários operadoras turísticas que vendem ingressos e competem por clientes na área ao redor do cais.

A região ao redor da Ria é muito cênica, e os passeios levam os visitantes através dos quatro (4) canais urbanos, por um custo de cerca de € 10 por adulto (€ 5 por criança) e durando cerca de 35-45 minutos. Há também uma opção para visitar os campos de sal (salinas) – o sal de Aveiro é famoso em todo Portugal e outras partes da Europa (ótima ideia de lembrança/souvenir)! Alguns passeios incluem amostras de guloseimas e bebidas locais – como não amar esse lugar?

Dependendo do dia da semana e temporada, pode ter bastante gente para fazer os passeios e um algumas horas de espera não é incomum. A minha sugestão é comprar os bilhetes o mais rápido possível depois de chegar e, em seguida, caminhar pela cidade até o horário do passeio, parando para uma refeição ou lanche se o tempo permitir. Pode-se sempre passar mais tempo rodando pela cidade após o passeio.

Isso me leva a outra grande atração em Aveiro – a comida! A cidade é considerada como um paraíso de gastronomia, e não decepcionou. Há muitas opções para escolher e não se limitam a peixes e frutos do mar frescos. De fast-food a refeições requintadas, e de sabores locais a internacionais, há algo para todos os gostos. Pelas ruas ao redor do Cais dos Moliceiros encontram-se muitos restaurantes, cafés agradáveis, pastelarias e lojas de lembrançinhas/souvenirs, tudo a alguns minutinhos a pé. Vale a pena caminhar por lá e ver o que encontra! Muitos guias também recomendam dois pólos de opções culinárias na cidade:

  1. Para um ambiente mais descontraído, a Praça do Peixe oferece uma seleção de restaurantes típicos que servem uma grande variedade de pratos de frutos do mar frescos, bem como barzinhos e outras opções variadas de comida.
  2. Para refeições rápidas e um contraste com o Aveiro tradicional, o shopping Forum Aveiro combina ambiente moderno e uma variedade de restaurantes e cafés locais.

E nenhuma visita a Aveiro está completa sem experimentar os doces tradicionais! Eu acredito que os mais famosos são os legendários Ovos Moles, que são feitos com um creme de gema de ovo doce dentro de uma casquinha fina. Dizem que as origens dos ovos moles e outros “doces conventuais” podem ser encontradas com as freiras medievais, que usavam as claras de ovos para engomar os hábitos e ficavam com as gemas sobrando. Para usá-las, elas começaram a criar doces à base de gema e, neste caso, usaram a mesma massa de que as hóstias eram feitas (para a missa católica) para fazer pequenos recipientes nos quais o creme de gema era servido. Com o tempo, a receita foi passada para outras senhoras da comunidade, e hoje é parte do patrimônio da cidade. Até hoje, esses doces ainda são feitos à mão de forma tradicional, com a massinha moldada em formatos simbólicos da região de Aveiro, como conchas marinhas, caranguejos, barris, sardinhas, etc. Muitas lojas (confeitarias/pastelarias) fazem os doces no local (procure os que anunciam “fabrico próprio”), e algumas permitem que os visitantes assistam ao processo de produção artesanal e comprem os produtos feitos no dia.

Os ovos moles foram um dos meus doces favoritos dessa viagem inteira em Portugal! Outros doces típicos de Aveiro incluem as “raivas” (biscoitos parecendo minhoquinhas), as “castanhas de ovos” (doces em forma de nozes feitos com ovos e amêndoas) e muitas mais – as tentações de açúcar estão em toda parte! 😉

Menção especial para:

  • Zeca Aveiro – Uma loja de lembrançinhas fofas e interessantes, junto de um café simpático com lanches locais / sobremesas / bebidas, e também vendendo ingressos do passeio de moliceiro na loja e on-line
  • Confeitaria Peixinho – Aberta desde 1856, é a confeitaria mais antiga da cidade, especializada em delícias doces locais e portuguesas tradicionais

Eu diria que uma viagem de um dia para Aveiro é suficiente para ter um gostinho dessa cidade encantadora e visitar os pontos principais, mas se tiver mais tempo disponível, é um lugar tão adorável que eu acredito passar alguns dias por lá seria maravilhoso também. Espero poder voltar em breve!

Já esteve em Aveiro ou gostaria de ir? Deixe suas dicas, perguntas ou comentários!

Deixe uma resposta